Disputa pelo Senado no Maranhão tem apenas uma mulher

No ano em que a conquista do voto feminino no Brasil completa 90 anos, a disputa pelo Senado no Maranhão tem, até o momento, apenas uma mulher entre possíveis concorrentes

Trata-se da liderança quilombola Antônia Cariongo, pré-candidata pelo PSOLNo ano em que a conquista do voto feminino no Brasil completa 90 anos, a disputa pelo Senado no Maranhão tem, até o momento, apenas uma mulher entre possíveis concorrentes.
.
Demais nomes que têm se colocado pessoalmente na corrida são todos homens: o governador Flávio Dino (PSB), que deixa o Executivo no final de março para concorrer ao cargo; o sociólogo Paulo Romão (PT); o professor do Departamento de Matemática e Informática da Uema (universidade Estadual do Maranhão), Saulo Arcangeli (PSTU); o líder religioso Pastor Bel (PTB); e o vereador de São Luís Marquinhos Silva (União Brasil), que se colocou na disputa recentemente.

Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), referentes a fevereiro de 2022, as mulheres representam representam 52,46% do eleitorado maranhense.
Nas eleições de 2018, dois 11 concorrentes ao Senado, pelo menos duas eram mulheres: Preta Lu (PSTU) e Eliziane Gama (Cidadania), que conseguiu se eleger.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *