O caso Marquinhos em Bacabal, esse caso nada mais foi do que uma truculência praticada por quem é pago por nós para nos dar garantia ,e que nunca deveriam vestir a briosa farda da nossa PM

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE TENENTE DA PM EM BACABAL

Pinho vinha cumprindo liberdade condicional assim como cumprem os outros 4 PMs envolvidos no caso Marquinhos.

ACUSADO DE COMANDAR ASSASSINATO DO COMERCIANTE

O Tenente da Polícia Militar, Francisco Almeida Pinho, teve sua prisão preventiva decretada após a justiça detectar que o monitoramento da tornozeleira eletrônica que funciona via internet vinha sendo prejudicado.

 

Ele, assim como os outros 4 PMs envolvidos no caso Marquinhos, estava cumprindo liberdade condicional e tendo que obedecer a diversas medidas cautelares. Dentre elas o comparecimento todo mês ao Fórum de Justiça, proibição de se ausentar por mais de oito dias de casa sem informar o endereço que possa ser encontrado pela Justiça, proibição de acesso ao 15º Batalhão da Polícia Militar de Bacabal e a outras dependências militares.

O COMERCIANTE VITIMA DA TRCULÊNCIA DA PM EM BACABAL

 

Ele também estava proibido de manter contato com as testemunhas e vítimas do processo, não podia sair de casa depois das 19h, devia permanecer afastado das funções de policial militar, além de ter o porte arma suspenso.Ainda não há detalhes sobre como Tenente Pinho violou algum ponto da condicional e a qualquer momento voltamos com mais informações sobre o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *